quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Tosse


A tosse é um dos sintomas mais comuns de doença na criança. Embora preocupante para os pais a tosse não é frequentemente um problema sério, é aliás um mecanismo reflexo que protege as vias aéreas.

"Tosse de cão"
É uma tosse rouca que predomina durante a noite, com choro ou voz rouca que se associam. Deve-se ao edema (inflamação) da laringe onde estão as cordas vocais que nos permitem falar.
É geralmente causada por vírus mas também pode ser causada por alergéneos ou por uma modificação na temperatura durante a noite. As criannças mais pequenas (com menos de 3 anos) por possuirem vias aéreas também mais estreitas, podem ter dificuldade em respirar.
Esta tosse pode ter um início súbito no meio da noite. A criança com esta tosse pode também apresentar um ruído inspiratório entre acessos de tosse.

Tosse coqueluchóide

Tosse coqueluchóide é o nome dado à infecção por uma bactéria - pertussis - das vias aéreas. As crianças com este tipo de infecção têm acessos de tosse sem conseguirem respirar entre eles o que leva a que no final de cada acesso a criança se veja obrigada a fazer uma inspiração profunda que desencadeia um ruído característico. Outros sintomas associados nesta infecção são a obstrução nasal, os espirros e uma febre pouco elevada.

Esta infecção é extremamente rara uma vez que as crianças são vacinadas para prevenção desta infecção aos 2, 4, 6, 18 meses e aos 5 anos.

Tosse com pieira

Se a criança apresenta uma pieira quando expira, isto poderá significar que as vias aéreas inferiores estão estreitadas. Asma, infecção viral como a bronquiolite são as cuasas mais comuns. Pode também acontecer se existe um corpo estranho a bloquear a via respiratória.

Tosse nocturna
Muitos tipos de tosse agravam durante a noite. Quando o seu filho está constipado, o ranho do nariz drena para a garganta e desencadeia o reflexo da tosse durante o sono. Isto só se torna um problema se impede o seu filho de dormir.

A Asma
Também a asma pode desencadear tosse nocturna porque é durante a noite que as vias aéreas tendem a estar mais sensíveis e reactivas.

Tosse durante o dia
O ar fria e a actividade física podem agravar a tosse mesmo durante o dia.
Tente certificar-se de que nada na sua casa — como ambientadores, animais domésticos, ou fumo — é responsável pela tosse do seu filho.

A tosse acompanhada de febre
A criança que tem tosse, febre ligeira e o nariz tapado tem provavelmente uma constipação comum. A tosse que se faça acompanhar de febre moderada (>39ºC)poderá no entanto ser sinal de Pneumonia, especialmente se a criança está mais abatida e com respiração rápida. Nessa situação recorra ao médico.

A tosse com vómitos

As crianças podem tossir tanto que chegam a despertar o reflexo do vómito. Também quando a tosse está associada a uma constipação ou crise de asma a acumulação de muco (ranho) no estômago pode causar náuseas e levar ao vómito. Geralmente este não é um sinal de alarme, excepto se os vómitos não param.

Tosse persistente

A tosse causada por constipações vulgares podem durar semanas, especialmente se a uma constipação se segue outra. Asma, alergias, sinusite crónica ou uma infecção crónica do aparelho respiratório podem também causar tosse persistente. Se a tosse dura há mais de 3 semanas deve recorrer ao médico assistente da criança.

Quando recorrer ao médico

A maioria dos episódios de tosse não são preocupantes. No entanto recorra ao seu médico se:
* o seu filho tem dificuldade em respirar
* se está a respirar mais rápido
* tem uma coloração arroxeada dos lábios, face ou língua
* se tem febre alta (especialmente se a sua criança não tem um nariz tapado)
* se tem febre (qualquer que seja o valor) e menos de 3 meses
* se a criança está a tossir permanentemente há horas
* se existe um ruído intenso inspiratório entre acessos de tosse
* se com a tosse há emissão de sangue
* se ouve pieira quando o seu filho expira (será desnecessário recorrer de imediato ao médico se tiver já consigo um plano de tratamento de crise de asma feito pelo seu médico)
* se o seu filho está abatido ou irritável

O que o médico irá fazer?

Uma das melhores formas de diagnosticar a causa da tosse é ouvir a mesma. Como tal o seu som ajudará o médico a decidir qual o melhor tratamento.

Porque a maioria das tosses é causada por infecções virais não é comum o uso de antibióticos. Quando temos uma infecção viral a única coisa a fazer é deixar a doença seguir o seu curso, o que pode durar até 2 semanas.

Excepto quando o seu filho não consegue dormir pela tosse, os xaropes anti-tússicos não são necessários. Podem até diminuir a tosse, mas não tratam a causa e apenas diminuem um reflexo que como já disse é de protecção.
Se mesmo assim optar por comprar um xarope para a tosse de venda livre na sua farmácia, certifique-se que a dose que dá não é excessiva e lembre-se que não está provada a sua eficácia e não é recomendado o seu uso.

Em casa existem algumas formas de ajudar o seu filho a se sentir melhor:

* Se o seu filho tem asma, assegure-se de que tem um plano de tratamento elaborado pelo seu médico que possa seguir.

* Para a "tosse de cão", abra a torneira de água quente da sua casa-de-banho e feche a porta para que a divisão se encha de vapor. Depois sente-se na casa-de-banho com o seu filho durante cerca de 20 minutos. O vapor ajudará a que ele respire mais facilmente.

* Líquidos frescos podem ajudar, mas não dê bebidas com gás ou sumo de laranja porque estes podem doer ao engolir (a garganta está ferida pela força da tosse).

2 comentários:

catarinabett disse...

preciso de informaçoes sobre pediatras especialistas em tosse coquelochoide - 965863882. foi diagnosticada a minha bebe e desde fevereiro que faz o tratamento e ainda nao passou

flavio previatto disse...

jjnjnj